// O corpo do texto deve ficar no lugar deste comentário. //
Capcom mercenária trollando na geração atual | HardLevel

O que dizer de uma produtora que em plena era onde há um mercado com potêncial enorme na venda de conteúdo adicional vendido online diretamente dos consoles, insiste em enfiar uma faca no bucho de seus fãs e tirar cada centavo lançando versões melhoradas e completas em disco de jogos que sairam a pouco tempo?

Mercenária, eu diria, mas o engraçado, é que isso não é lá exatamente uma novidade, é algo que sempre existiu, acontece que nos dias de hoje só é mais difícil de tentar entender o porque.

O maior exemplo disso, é a Capcom, claro… que adora lançar milhares de variantes de seus jogos com uma mudança ou outra, versões para todas as plataformas possíveis e ainda usar desculpas esfarrapadas para tal prática.

Veja bem, Street Fighter II, lançado no começo da década de 90, um divisor de águas no gênero, se você parar pra pensar, saiu para todas as plataformas possívels da época e também para as que sairam depois, e isso ATÉ HOJE!!! Na época, até entendiamos ter uma versão nova com algo a melhorar o jogo, algo que aconteceu por exemplo na versão Super, que adicionava 4 personagens extras, novos cenários, audio melhorado entre outras coisas… Daí começou uma enchurrada de versões anuais, Super Turbo, Hyper, Super Turbo HD Remix…

Como disse, naaaaaquela época era justificável, mas o que dizer disso hoje em dia? Onde qualquer um pode entrar na loja virtual do seu console favorito, baixar uma expansão, instalar no HD e ser feliz para todo o sempre? Embaçado, tem que ver isso dae manolo…

Street Fighter IV chegou em 2009, um anos depois, anunciaram uma versão Super para consoles, detalhe, EM DISCO, sem possibilidade de se baixar uma expanção. Ok, deixamos passar essa, adicionou 10 personagens novos, cenários, um modo online melhor, balanceou os personagens. O engraçado é que alguns meses depois, o mesmo jogou chegou aos Arcades, mais um tempinho depois, esta versão para Arcades ganhou 4 personagens novos e um novo balanceamento.

A dúvida geral era se essa atualização chegaria aos consoles caseiros. Quando a confirmação chegou, veio o pavor mundial de mais uma versão sendo lançada em disco, porém dessa vez tiveram o bom senso, lançaram tanto como expanção quanto em disco para quem ainda não tinha a versão Super, e ainda com um preço mais em conta. É assim que se faz Capcom, parabens.

Daí quando todos acham que a Capcom lindinha do coração de todos aprendeu a lição, ela me lança Marvel vs Capcom 3, jogo ótimo, renovou a série e tal… Era tudo lindo maravilhoso com unicornios rosas saltitantes soltando porpurina pelo **. Até que vem aquele anuncio que pode desanimar o fã mais fanático… Uma versão “Ultimate” estaria a caminho, adicionando mais 10 personagens e um modo de replay inútil que praticamente ninguém vai usar.

Daí aquela perguntinha marota, vai serm DLC ou disco? Daí vemos que a Capcom já esqueceu a lição aprendida, nada de DLC dessa vez… Engraçado que o jogo só saiu há 5 (CINCO) meses!

Mais engraçado foi a desculpa, lembram aquele Tsunami que lamentávelmente atingiu o Japão la pra Março ou Abril? Pois é, falaram que por causa disso não conseguiram lançar o conteúdo por DLC, ah tá… mas lançar em disco pode né?

Related Post

Author Venão
Published
Categories Games
Views 155

Relacionado

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Show Buttons
Hide Buttons